Melodias que curam

Música como remédio? Claro, porque não?! 
                                                                   
É extremamente comum escutarmos uma música e logo mais ela influenciar no nosso dia. De repente, você acaba deitando a noite e se recorda, de como o seu dia foi ruim, sem nem ao menos saber porque. Normalmente gostamos de relacionar um dia ruim com má sorte ou com algo que possa ter acontecido e desencadeado toda aquela teia de fatos terríveis sem nem ao menos imaginarmos que o que observamos e ouvimos modifica internamente e modifica toda a nossa estrutura. Não é raro escutarmos uma música e logo mais ela influenciar no nosso dia. Mas será que a gente repara em detalhes como esse em meio a tanta correria e “vida a ser vivida” lá fora?
Depois do post sobre Cromoterapia, decidi postar sobre Musicoterapia. E o que será?
Nada mais do que o uso de músicas como remédio, simples.
A terapia através da música, pode ser muito eficiente contra vários tipos de fobias, ansiedade, stress, dificuldade de aprendizagem (quantas pessoas só conseguem aprender através de músicas?), diversas patologias e pode ser útil com diversas outras necessidades de tratamento.
Ouvimos música, e nem percebemos o que ela nos faz. Muitas vezes, por puro não querer perceber, não dar atenção, falta de percepção. Ignoramos a alma das coisas, deixamos que a essência escape e tudo se torna normal, pertencente ao cotidiano, imperceptível.



Se com um gesto se pode mudar uma vida, porque não com uma melodia?
Vamos ouvir música de verdade? Senti-la, interpretá-la e vivenciá-la?









Agradeço ao apoio de todos que acompanham o Projetando Rascunhos. O carinho de vocês é por demais importante. Obrigada!


23 Observações:

Felipe 16 de janeiro de 2011 19:42  

Eu já acordei e ouvi uma música muito ruim - forró - e o meu dia foi uma bosta huaeeauhaeuea
Serio quando eu chego tenso em casa,eu gosto de ouvir música, as músicas que eu escuto sempre mudam o meu humor , isso seria uma coisa da musicoterapia né??
Eu adoro música,gosto de ouvir música o tempo todo.
Não conhecia a musicoterapia até você me mostrar, gostei muito, estou conhecendo muitas coisas legais no blog,continue assim narinha
beijooooooo <3

Hugo Green 17 de janeiro de 2011 01:57  

Depois de um dia cheio de compromissos quando chego em casa só quero relaxar boto uma lista de músicas dos Beatles,The Doors ou Legião Urbana para tocar e relaxo escuto até tomando banho e a música faz com que meus problemas desaparecessem e meu dia atribulado passa a ser uma lembrança esquecida da minha mente.

A algum tempo eu fiz um post com o mesmo assunto que é o poder do relaxamento da musica.

http://bloghugogreen.blogspot.com/2010/10/o-poder-da-musica-conhece.html

luis eduardo 17 de janeiro de 2011 05:17  

Por que naum acorda bem ouvindo aquela linda musica que lembra seu amor, Essa musica pode sim me deixar feliz quando acordo, ou em outra parte do amor, aquela musica que te deixava feliz agora te deixa triste por lembra da pessoa que agora te faz sofrer. É, hoje eu acordo bem ouvindo Todd Rundgren - I Saw The Light, essa musica é linda, e me relaxa. ^^


Bom ports *-* Manda mais! ♥
Bjs indy

Gustavo 17 de janeiro de 2011 05:39  

Indianara, passei aqui para avisar que no meu blog tem um Selo de Qualidade para o Projetando Rascunhos!!

bjss

Luh 17 de janeiro de 2011 06:26  

Estou me formando pedagoga. É incrível o poder da musicalidade no ensino/aprendizagem da educação de um ser!

Larissa 17 de janeiro de 2011 06:54  

adoorei o post, isban ;D

Neide Gautama 17 de janeiro de 2011 07:13  

nossa q fofo o teu spaço!! açuca com afeto mermo HUhUHuhU \o/

bju

Neide Gautama 17 de janeiro de 2011 07:19  

mulher to conseguindo ti seguir nao hooo

Marcelo Duarte 17 de janeiro de 2011 12:55  

A música alegra a vida e a alma.
:D.

Antonio Bandeira Neto 17 de janeiro de 2011 14:56  

Cientificamente comprovado. A música ativa numerosas sinapses nervosas que liberam alguma enzima de nome estranho, similar a que é liberada quando praticamos Esporte. Serotonina, ou algo assim, mas nem lembro direito xD

hugo 17 de janeiro de 2011 17:38  

Faltou ressaltar um pouco da influência negativa que as músicas podem ter, como uma possível epidemia de depressão oriunda do emocore ou uma crescente onda de degeneração moral com modas de funk ou forró eletrônico...

belo texto!

alexprodutor 17 de janeiro de 2011 18:02  

Há à venda na internet droga em forma de música, que promete efeitos muito semelhantes aos do LSD e aos da cocaína. basta escutar por um certo período e as alucinações começam, nunca testei mais basta procurar no youtube

Francorebel 17 de janeiro de 2011 18:32  

"Com Açúcar, Com Afeto"... gostei.... tá aí um som que cura...

Seguindo!

F.

Diego Dias 17 de janeiro de 2011 18:32  

Retribuindo a visitinha...


Blaaargh, achou que eu ia falar isso e vazar fora neh?

Nada, dei um um raio-x no blog, gostei dos posts meio curtos, mas interessantes. Em particular o das figuras abstratas em que vi as coisas mais retardadas que um ser humano consegue achar em uma imagem, melhor nem falar tudo que vi.

A propósito, lindo nome. Sou apaixonado por nomes assim (exóticos, não feios, como os que gente famosa gosta de por nos filhos só pra dizer que são simples). Tenho uma irmã chamada Janaína, talvez seja influência.

Beijos. Novo seguidor aqui.

Eu, o ΞĐU 17 de janeiro de 2011 18:32  

Indinara,
Gostei do blog e a estou seguindo.
Um abraço,
EDU
http://edurjedu.blogspot.com

KGeo 17 de janeiro de 2011 18:44  

muitas vezes eu esculto uma musica e na maioria das vezes esculto uma idéia que acaba resolvendo os meus problemas.

Smile Kid 17 de janeiro de 2011 20:49  

estamos te seguindo ja. Bjos

Cocamonga Davies 18 de janeiro de 2011 04:07  

Belíssima música. Não pude imaginar outra melhor para se começar o dia. Eu que o diga, quando acordo ao som de Blackmore Night's. É realmente inspirador.

Geni Laís 18 de janeiro de 2011 05:38  

é incrível, né? essa combinação de sons que faz a gente ficar bem, esquecer das coisas ruins :]

William 18 de janeiro de 2011 11:16  

Música é sempre o melhor remédio.
Sem música, a vida seria um erro.
Abraço

AS GAROTAS ! 19 de janeiro de 2011 10:16  

Nossa essas pituras de Gato são muito fofo !
quero fazer uma do meu gato, com meus dois cachorro :]
huuhuhuhuh
já tou seguindo me segue !!
http://ilovedrealbook.blogspot.com

- Luαnnα Dαntαs #) 20 de janeiro de 2011 12:06  

Musiiica, ain sem ela oq seria da vida neh?!

Amei o post :D

L'amore in Parole 25 de janeiro de 2011 10:59  

A música é sendo dúvida um dos melhores remédios que existem e que tem efeito na hora. Adorei seu texto e a música é sendo dúvida maravilhosa, tanto é procurarei para baixar.

Postar um comentário

"A palavra foi dada ao homem para explicar os seus pensamentos, e assim como os pensamentos são os retratos das coisas, da mesma forma as nossas palavras são retratos dos nossos pensamentos."
Jean Molière.

Estarei retribuindo seu comentário.

Um pouquinho sobre mim.

Minha foto
Campina Grande, Paraíba, Brazil
Meu nome é indígena e significa Deusa das Águas Claras. Tenho 21 anos e sou Estudante de Psicologia da UFCG e divido moradia com mais dois estudantes. Adoro animaizinhos,principalmente gatinhos! Sou muito introspectiva e pensativa, talvez por isso a idéia de montar um blog já que a escrita me satisfaz. Gosto de coisas estranhas, músicas estranhas,misticismo, filmes do Tim Burton e chocolate crocante. Adoro aprender, sou curiosa ao extremo e adoro discutir sobre assuntos interessantes. Gosto muito de ler (gosto que foi alimentado por um grande amigo), caso contrário, nem faria Psicologia! Adoro observar a água,porém, ainda não descobri o porquê.

Sobre o Projetando Rascunhos

Blog destinado à minha vontade de postar qualquer coisa que faça sentido para mim. Qualquer coisa mesmo! Até chocolate, quem sabe!
;*

Eles me seguem, me siga também