Diário de Bordo - Dia 1

Primeiro dia: neutralidade. 

             Surpresas me aparecem advindas de mim mesma. É muita estranha essa sensação de me jogar em um dos sete mares por não ter mais aonde ir. E como é... Nada do que imaginei vem à tona, e não sei se isso é bom ou ruim. O vento é leve, os sorrisos são sinceros, o novo mundo me acalma, mas também me assusta: que desafio encontrarei mais adiante e do que eu devo desviar? Dúvidas fazem parte e ajudam, mas não são melhores do que a certeza principalmente a ruim. Hoje a pedra no caminho me faz pular, querer gritar, e superar. Apesar de o dia ter começado com um pouco de chuva e o friozinho na barriga dessas ondas que vão e voltam, pude receber um afago da Mãe D’água, apesar dela viver um pouco ausente, aparece quando vê um filho seu na neblina. Não sei se Mãe D’água se importa ou é pura obrigação, mas o afago realmente veio das profundezas e me abraçou feito uma carpa. De repente, um Sopro de Vento me levou a lugares jamais conhecidos e então pude vivenciar um pouco do verde que se esconde atrás das pedras que apesar de lindas eram mais ainda encantadoras. O  sol começa abrir... Começo a enxergar aquilo que eu não conseguia ver no escuro, pois se não fosse o azul do mar ao qual agora me lanço eu ainda estaria coberta de sombras, e o pior: de olhos fechados. Mas a noite chegou branda, suave e totalmente delicada. Persona, Sombras, Esboços... Tudo isso foi extraído. Bebi de uma água estranha a mim, e pude enfim lançar um sorriso sem fim. Encontrei pessoas que também navegam nesse mar e agora mais do que nunca sei que outras estarão no caminho, e eu as espero de braços totalmente abertos. Nenhum pedaço me foi levado, estou inteira, bem, e com sono.

Morpheus, sejas bem-vindo!


@indianarafdes

1 Observações:

Anna Carolyne 6 de maio de 2011 21:27  

pois seja bem vinda Deusa das aguas claras, sempre tens o bem abraçado =D te ajudarei bjuuu lindo lindo

Postar um comentário

"A palavra foi dada ao homem para explicar os seus pensamentos, e assim como os pensamentos são os retratos das coisas, da mesma forma as nossas palavras são retratos dos nossos pensamentos."
Jean Molière.

Estarei retribuindo seu comentário.

Um pouquinho sobre mim.

Minha foto
Campina Grande, Paraíba, Brazil
Meu nome é indígena e significa Deusa das Águas Claras. Tenho 21 anos e sou Estudante de Psicologia da UFCG e divido moradia com mais dois estudantes. Adoro animaizinhos,principalmente gatinhos! Sou muito introspectiva e pensativa, talvez por isso a idéia de montar um blog já que a escrita me satisfaz. Gosto de coisas estranhas, músicas estranhas,misticismo, filmes do Tim Burton e chocolate crocante. Adoro aprender, sou curiosa ao extremo e adoro discutir sobre assuntos interessantes. Gosto muito de ler (gosto que foi alimentado por um grande amigo), caso contrário, nem faria Psicologia! Adoro observar a água,porém, ainda não descobri o porquê.

Sobre o Projetando Rascunhos

Blog destinado à minha vontade de postar qualquer coisa que faça sentido para mim. Qualquer coisa mesmo! Até chocolate, quem sabe!
;*

Eles me seguem, me siga também