Não vou rotular o que escrevi.

             É estridentemente interessante o quanto temos a capacidade de estigmatizar os outros e de doar a eles lugares que não existem. As pessoas acreditam-se superiores, acreditam-se maiores, tornam-se verdade. O outro, já não mais outro, agora somente Aquilo, tão somente a Incapacidade. Fecham-se as portas, os espaços, os corações. Fecha-se o mundo e a luz apaga.  Dias depois a luz brilha dando início a um novo show, um novo espetáculo, um novo começo,  e há vestígios agora de uma esperança, uma vontade desesperada...uma força desesperadora. Já as cortinas, estas que imóveis encontram-se intactas por não possuírem nenhuma novidade, nenhuma surpresa e muito menos uma lágrima, perdem o tom. O rio torna-se deserto e opaco, seco e sem cor e já não há quem diga que ali jaz sentimentos ou qualquer tipo que seja de prova humana, de vida humanificada. Mas, o que seria humanificar? Dar olhos, ouvidos, narizes e bocas a não vida? Valorizar o morto e aquilo que não possui luz? Liberdades que permitem humanificação de qualquer coisa, menos humanificar o humano que agora não passa de mísera coisa, que não passa de uma velha caixa de música antiga coberta de poeira e repleta de nostalgia misturada com um sopro gigantesco de tempo, talvez até mesmo um tufão. E já não há mais quem acredite, quem valorize, quem segure. Só um sopro, e rompe-se o fio do nada... Detecta-se o fim da picada, o fim da piada.

Um só suspiro, e mais nada.


Indianara Fernandes

11 Observações:

Luis Auditore 8 de abril de 2011 05:21  

Nossa, Foi tão..... Nossa!
heheh um pouco da realidade.
Bom Post =D

salksoares.com 8 de abril de 2011 05:58  

Muito bom texto, continue assim !
estou te seguindo, bgs :*

diego 8 de abril de 2011 06:13  

Muito bem escrito o texto...
Ainda mais sendo escrito em um período em que muitas pessoas já não conhecem mais o sentido de "ser humano".
Parabéns pelo blog.

www.besteirapouca.com.br

Hugo Lima 8 de abril de 2011 06:45  

Muito bom o texto Indy...

Parabens!!

Théo Borges 8 de abril de 2011 06:51  

cara, gostei bastante do teu texto, principalmente tua conclusao e o titulo dele, rs
mas irei lê-lo novamente em outro momento, por que acho q ele tem mto mais a me dizer.

gostei do blog
visite-me qdo puder
abraço^^

- Bruh ★ 8 de abril de 2011 07:22  

olá!
parabêns pelo blog ~
vc manda muito bem com a escrita, pelo textO!
vou te seguir, me segue tbn?!
bom fds ;*

http://bruhworspite.blogspot.com

Edi Reis 8 de abril de 2011 15:37  

Que texto maduro!!
Parabéns!
Ficou ótimo!!

bjoo

Moderadores do Ideias de Hoje 9 de abril de 2011 09:13  

Você escreve muito! Faz tempo que não visito teu blog. Desculpa, é que a correria tá impossível. Gostei muito do texto, grande abraço, fica com deus

Felipe 9 de abril de 2011 14:53  

é normal ve uma pessoa tratando outra como uma 'coisa' como vc colocou no seu texto, isso é bem comum ... mas ainda bem que ainda existem pessoas que pensam o contrario,que veem uma pessoa,um humano,alguem unico e não uma coisa...são poucas as pessoas que são assim mas que bom que elas existem,isso faz com que a esperança sempre exista...

Amanda Lemos 10 de abril de 2011 15:45  

Muito interessante o blog !
Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...;

www.bolgdoano.blogspot.com

Muito Obrigada, desde já !

Cocamonga Davies 10 de abril de 2011 20:02  

Belíssimo.

Postar um comentário

"A palavra foi dada ao homem para explicar os seus pensamentos, e assim como os pensamentos são os retratos das coisas, da mesma forma as nossas palavras são retratos dos nossos pensamentos."
Jean Molière.

Estarei retribuindo seu comentário.

Um pouquinho sobre mim.

Minha foto
Campina Grande, Paraíba, Brazil
Meu nome é indígena e significa Deusa das Águas Claras. Tenho 21 anos e sou Estudante de Psicologia da UFCG e divido moradia com mais dois estudantes. Adoro animaizinhos,principalmente gatinhos! Sou muito introspectiva e pensativa, talvez por isso a idéia de montar um blog já que a escrita me satisfaz. Gosto de coisas estranhas, músicas estranhas,misticismo, filmes do Tim Burton e chocolate crocante. Adoro aprender, sou curiosa ao extremo e adoro discutir sobre assuntos interessantes. Gosto muito de ler (gosto que foi alimentado por um grande amigo), caso contrário, nem faria Psicologia! Adoro observar a água,porém, ainda não descobri o porquê.

Sobre o Projetando Rascunhos

Blog destinado à minha vontade de postar qualquer coisa que faça sentido para mim. Qualquer coisa mesmo! Até chocolate, quem sabe!
;*

Eles me seguem, me siga também