Sobre Contos de Fadas II

Agora o blog possui um email para que os interessados enviem sugestões, idéias e opniões. Quem quiser entrar em contato envie um email para projetandorascunhos@yahoo.com.br  , sua sugestão será muito bem vinda. OBRIGADA!

Como falei no post anterior, esse será sobre A BELA ADORMECIDA.
Encontrei na net uma análise psicanálitica muito boa sobre esse conto, de um livro que se chama A Psicanalise dos Contos de Fadas do Bruno Bettelhein e vou postar aqui pra vocês. E meio grande, mas para quem curte ir além da percepção é fichinha.

- Bela Adormecida enfatiza a concentração demorada e tranqüila muito necessária.O período que antecede á primeira menstruação traz no seu bojo a passividade , a sonolência e o retirar-se em si próprias das moçoilas.Os meninos também conhecem estes tipos de efeitos durante a sua puberdade. Este conto é muito apreciado de ambos os sexos, exatamente por demonstrar características bem conhecidas de um certo período da vida dos adolescentes.

Nesta época, devem combinar entre si, períodos ativos e passivos."O ensinamento que aparentemente se assemelha á passividade ( ou estar dormindo em vida )sucede quando os processos mentais internos de tal importância prosseguem dentro da pessoa de forma que ela não tem energia para uma ação orientada para o exterior.”

O adolescente que lê A Bela Adormecida, aprende a não se preocupar com os seus momentos de passividade, mesmo que pareça estar dormindo em vida, ele sabe que a vida está acontecendo ao redor dele. Acontece ainda, um final feliz nesta estória o que assegura ao adolescente que tudo irá acabar bem. O símbolo contido neste conto diz ao adolescente de ambos os sexos , que o seu próximo período de atividade compensará o de passividade e que durante todo este tempo de passividade vivido por ele , ele adquiriu forças , todas elas necessárias para que se tornasse Ele Mesmo.

A Bela Adormecida é conhecida hoje em duas versões diferentes : a de Perrault e a dos Irmãos Grimm.Na realidade, este conto é muito antigo e Basílio foi o seu primeiro “ contador”no seu PENTAMERONE : “O SOL ,A LUA E TÁLIA’.

Quando Perrault abordou este conto, teve o cuidado de afasta-lo ao máximo da estória contada por Basílio criando uma trama diferente da original, onde a rainha desejava alimentar o rei com os filhos dele com a própria filha, por ele manter preferência pela Bela Adormecida.Ele coabitou com a filha e gerou os dois filhos. Em Perrault, é a própria rainha quem quer comer a Bela princesinha. Só que a rainha surge como uma feiticeira “que sempre via criancinhas passando...era difícil conter-se para não avançar contra elas”.

A rainha feiticeira é a mãe do Príncipe Encantado, que desperta a princesa e se casa com ela em segredo, só se declarando casado e pai de dois filhos, quando o rei, seu pai, volta de uma guerra na qual esteve envolvido. Talvez Perrault não tenha se sentido confortável em apresentar uma estória meio escabrosa á corte francesa , a de um rei que gera filhos na própria filha e outros etceteras. Perrault preferiu apelar para um príncipe cuja mãe era uma feiticeira canibal, passível até, de devorar os próprios netos.A versão dos Irmãos Grimm, a mais aceita e divulgada, ameniza esta origem sinistra e escabrosa do conto. Os Grimm o transformam em um verdadeiro “Conto De Fadas !”

A menstruação, em eras passadas costumava a aparecer na idade de 15 anos.As treze fadas dos Irmãos Grimm indicam os treze meses lunares nos quais se dividia o ano antigamente.A menstruação ocorre de vinte e oito dias dos meses lunares e não nos doze meses em que se divide o ano na nossa época. Portanto , o numero doze representado pelas fadas boas e mais uma décima-terceira malvada indica simbolicamente a “maldição” da menstruação.

O rei, sendo homem, não compreende a necessidade da menstruação e tenta evita-la, a rainha neste caso, está ausente.Não toma decisão alguma.

“A ausência temporária dos pais quando a filha encontra o fuso fatal, simboliza a incapacidade dos pais protegerem os filhos das várias crises de crescimento pelas quais todo o ser humano tem que passar.”

A princesinha sai á explorar o seu castelo e encontra o quarto secreto onde a velha fiava escondida."Neste ponto a estória está cheia de simbolismos freudianos.”

Ela chega ao quarto subindo por uma escada circular, nos sonhos, estas escadas simbolizam experiências sexuais. Encontra a porta e gira a chave na fechadura. A porta” se abre”.

Um quartinho trancado, é o símbolo dos órgãos sexuais femininos e o giro de uma chave na fechadura : a cópula.

Vários pretendentes tentaram alcançar a Bela Adormecida em vão !O conto traz a advertência:” o despertar do sexo antes da mente e do corpo estarem prontos para ele é extremamente destrutivo.”

Chegado o momento certo todos os empecilhos impenetráveis, até então, são superados. Já estão maduros, a princesa e o seu príncipe para o AMOR.

“A estória da Bela Adormecida imprime na criança a idéia de que uma ocorrência traumática – como o sangramento da moça no início da puberdade e depois, na primeira cópula- tem conseqüências felizes. Implanta o pensamento de que estes acontecimentos devem ser levados a sério, mas que não precisamos teme-los. A maldição é uma benção disfarçada."




  
OBRIGADO A TODOS QUE ACOMPANHAM O BLOG.

FICO FELIZ COM O APOIO DE VOCÊS.

9 Observações:

Felipe 10 de janeiro de 2011 14:39  

tenso buu oO
nao tinha visto essa historia por esse lado, mto tenso aehuaeh mas gostei disso
procura mais e posta aqui \o
teu blog ta linds <3
beijoooo e continue assim ;x

# Fernanda Priscila 10 de janeiro de 2011 17:14  

Ei, gostei... Só não sei de onde tiram tanta inspiração pra essas explicações, Meu Deus! Minhas leituras desses contos eram tão limitadas que me assusto ao ler essas interpretações! ha ha ha

Bjs

luis eduardo 11 de janeiro de 2011 04:57  

Ainda do mais valor a Realidade, por porcentagem de votos eu do 100% a historia original o/
hehe
Bom Post! Up!

laryssa 11 de janeiro de 2011 05:04  

ameeei naroks *--*
uasdhuahduadad
nossa lembra que a gente tava falando um dia disso la na sala e vc comentou que muitos contos infantis antes eram eroticos, muito tenso neh ;s

saudades grandeees viu, bjo bjo

@Dinhojulho 11 de janeiro de 2011 11:01  

Apoio e sempre estarei apoiando , parabéns Indi

Alessandra Sousa 11 de janeiro de 2011 19:12  

Agora eu tenho um novo olhar sobre a bela adormecida. Valeu pelo blog ... visata o meu, ok?

Gustavo 13 de janeiro de 2011 10:39  

Gostei!!!Parabéns.... muito legal o blog!

Volte sempre ao O que eu Falo!

http://wwwoqueeufalo.blogspot.com/

Seguindo...

Thales Henrique 13 de janeiro de 2011 17:03  

estou seguindo... volte sempre que puder...

** Srta Sara Fernandes ** 13 de janeiro de 2011 18:49  

Historias infantis escondem mto mai do q julga nossa vã filosofia. Assim como as crianças que são lindamente sinceras e docemente cruéis.

parabens pelo blog.

http://www.otextodocontexto.blogspot.com

Postar um comentário

"A palavra foi dada ao homem para explicar os seus pensamentos, e assim como os pensamentos são os retratos das coisas, da mesma forma as nossas palavras são retratos dos nossos pensamentos."
Jean Molière.

Estarei retribuindo seu comentário.

Um pouquinho sobre mim.

Minha foto
Campina Grande, Paraíba, Brazil
Meu nome é indígena e significa Deusa das Águas Claras. Tenho 21 anos e sou Estudante de Psicologia da UFCG e divido moradia com mais dois estudantes. Adoro animaizinhos,principalmente gatinhos! Sou muito introspectiva e pensativa, talvez por isso a idéia de montar um blog já que a escrita me satisfaz. Gosto de coisas estranhas, músicas estranhas,misticismo, filmes do Tim Burton e chocolate crocante. Adoro aprender, sou curiosa ao extremo e adoro discutir sobre assuntos interessantes. Gosto muito de ler (gosto que foi alimentado por um grande amigo), caso contrário, nem faria Psicologia! Adoro observar a água,porém, ainda não descobri o porquê.

Sobre o Projetando Rascunhos

Blog destinado à minha vontade de postar qualquer coisa que faça sentido para mim. Qualquer coisa mesmo! Até chocolate, quem sabe!
;*

Eles me seguem, me siga também